quinta-feira, 5 de agosto de 2010 | By: Jorge Fenix

Colocação pronominal 2: uso de me - te - se



Mendoza, Argentina
Foto:longhorndave




Em espanhol podemos começar um período con um pronome como "me", "te" ou "se". O pronome pessoal não sempre está presente na frase, pode ser tácito.

Me llamo Carlos / Yo me llamo Carlos
Chamo-me Carlos/ Eu me chamo Carlos

Não se usa ênclise com hífen em espanhol. Podemos encontrar estes pronomes no final de um verbo e sem hífen no caso de imperativos:


¡Llámame! ¡Ayúdame! Indícame el camino. ¡Dime la verdad! ¡Sigueme!

¡Levántate! ¡Acuérdate! ¡Prepárate!

¡Cuídese! Absténgase de fumar en este lugar.


Límpiese los pies antes de entrar.



Como vimos antes, são usados também en verbos reflexivos, de maneira semelhante ao português: eu me lavo, tu te lavas, ele se lava.


Outro caso particular é quando você quer falar de suas preferências. Em lugar de dizer "gosto de" , vai dizer em espanhol "me gusta..."

Me gusta viajar. Me gusta ser puntual.
Eu gosto de viajar. Eu gosto de ser pontual.

¿Te gusta la música clásica? A mi me gusta.
Você gosta da música clássica? Eu gosto.


Os casos de próclise em que estes pronomes são usados em português são semelhantes a esses casos em espanhol, mesmso que não se usa o termo "próclise".No seguinte exemplo estão em preto e usados junto con os mesmos pronomes que em espanhol podem ir no início de uma frase.


Hace solo una semana que trabajo aqui.Cuando me encuentro con algunos compañeros de la empresa,me cuesta recordar sus nombres. ¿Tu te adptaste rápido a los cambios? ¿Te parece adecuado este horario de trabajo? ¿Qué me dices de Fernández? ¿Se siente bien aqui? Por lo que veo, nunca se queja.


Se houver dúvidas, sempre podem escrever suas perguntas na secão de comentários.