quarta-feira, 8 de setembro de 2010 | By: Jorge Fenix

Dúvidas e confusões habituais


Parque Nacional Tierra del Fuego, Argentina
Foto: Douglas Fernandes





Uma das dúvidas habituais está relacionada com o uso de "mucho" e "muy", pois em português só se usa a palavra "muito" em lugar delas. "Muy" está relacionada com a idéia de intensidade, enquanto "mucho" faz relação à quantidade.

El es muy malo, hizo muchas cosas malas.
Ele é muito ruim, fez muitas coisas ruins.



Este ejercicio es muy dificil, tengo muchas dudas.
Este exercício é muito difífil, tenho muitas dúvidas.



Outro tema está relacionado com a expressão de estados ou mudanças de ânimo:

Cuando supe lo que ocurrió, me puse triste.
Quando eu soube o que aconteceu, fiquei triste.


Cuando tengo que hablar ante mucha gente, me pongo nervioso.
Quando tenho que falar ante muita gente, fico nervoso.


"me puse...feliz /contento / furioso / loco de rabia / inquieto,etc."


Lembremos também que...

- Comprar a varejo é em español "comprar al por menor", "una compra minorista", "comprar en pequeñas cantidades", enquanto comprar no atacado é "comprar al por mayor", "una compra mayorista", "comprar en grandes cantidades".

- Nas conjugações com auxiliar é usado em espanhol o auxiliar "haber": he leído mucho ultimamente / tenho lido muito ultimamente.

- Os pontos de interrogaç0Òo e exclamação são usados e, espanhol no começo e no final de cada frase:

¡Cuidado!
¿ Estás bien?

Não sempre um teclado apresenta os elementos necessários para escrever bem em espanhol. Então você pode usar a tecla alt:

¡ alt + 173

! alt + 33

¿ alt + 168

? alt + 63

ñ alt + 164

á alt + 160

é alt + 130

í alt + 161

ó alt + 162

ú alt + 163

Aqueles que tenham outras dúvidas podem escrever na seção de comentários para que sejam incluídas e explicadas em outra lição.
quinta-feira, 5 de agosto de 2010 | By: Jorge Fenix

Colocação pronominal 2: uso de me - te - se



Mendoza, Argentina
Foto:longhorndave




Em espanhol podemos começar um período con um pronome como "me", "te" ou "se". O pronome pessoal não sempre está presente na frase, pode ser tácito.

Me llamo Carlos / Yo me llamo Carlos
Chamo-me Carlos/ Eu me chamo Carlos

Não se usa ênclise com hífen em espanhol. Podemos encontrar estes pronomes no final de um verbo e sem hífen no caso de imperativos:


¡Llámame! ¡Ayúdame! Indícame el camino. ¡Dime la verdad! ¡Sigueme!

¡Levántate! ¡Acuérdate! ¡Prepárate!

¡Cuídese! Absténgase de fumar en este lugar.


Límpiese los pies antes de entrar.



Como vimos antes, são usados também en verbos reflexivos, de maneira semelhante ao português: eu me lavo, tu te lavas, ele se lava.


Outro caso particular é quando você quer falar de suas preferências. Em lugar de dizer "gosto de" , vai dizer em espanhol "me gusta..."

Me gusta viajar. Me gusta ser puntual.
Eu gosto de viajar. Eu gosto de ser pontual.

¿Te gusta la música clásica? A mi me gusta.
Você gosta da música clássica? Eu gosto.


Os casos de próclise em que estes pronomes são usados em português são semelhantes a esses casos em espanhol, mesmso que não se usa o termo "próclise".No seguinte exemplo estão em preto e usados junto con os mesmos pronomes que em espanhol podem ir no início de uma frase.


Hace solo una semana que trabajo aqui.Cuando me encuentro con algunos compañeros de la empresa,me cuesta recordar sus nombres. ¿Tu te adptaste rápido a los cambios? ¿Te parece adecuado este horario de trabajo? ¿Qué me dices de Fernández? ¿Se siente bien aqui? Por lo que veo, nunca se queja.


Se houver dúvidas, sempre podem escrever suas perguntas na secão de comentários.
segunda-feira, 1 de março de 2010 | By: Jorge Fenix

Colocação pronominal em espanhol



Foto: Mar del Plata, Argentina.




A colocação pronominal em espanhol é mais simple do que em português, pois há menos regras. Vejamos estes exemplos de colocação depois de verbos em infinitivo:

Gostamos das praias de Mar del Plata. Vamos visitá-las de novo o ano próximo
Nos gustan las playas de Mar del Plata. Vamos a visitarlas de nuevo el año próximo.

Comprei um livro de história. Vou lê-lo agora.
Compré un libro de historia. Voy a leerlo ahora.

Recebi uma carta. Vou abri-la neste momento.
Recibí una carta. Vou a abrirla en este momento.

Como podem ver, é só colocar o correspondente lo-la-los-las, conforme o caso,despois do verbo em infinitivo e sem hífen.



No caso dos verbos reflexivos, a colocação pronominal vai entre o pronome pessoal e o verbo:

Yo me lavo
tu te lavas
ellos se lavan

yo me visto
tu te vistes
el se viste
nosotros nos vestimos
ellos se visten



Ellos se sintieron sorprendidos por la novedad. Ellas, en cambio, no se sorprendian en absoluto.
En la ciudad, todos se prepararon para la visita del presidente.

Também podemos encontrar o "se" usado com significado semelhante à voz passiva com "se" em português, quando não sabemos nem importa saber quem fez uma ação. Nesse caso, pode ir no início de uma frase ou depois de uma conjunção ou uma vírgula ou ponto e vírgula.


Se
limpiaron todas las calles y se hicieron carteles que expresaban la bienvenida. "Nunca la ciudad se vio tan linda", se comentaba en las calles.


Em espanhol não há mesóclise, e a ênclise é usada no caso de imperativo afirmativo ou gerúndio, a menos que tenhamos diante o "que" numa oração subordinada.

¡Búscalo! ¡Encuéntralo! ¡Quiero que lo traigas aqui!
¿Quién fue? ¡Investígalo! ¿Descúbrelo! ¡Quiero que todo el mundo lo sepa! ¡Que cada persona se entere de esta noticia!

Defiéndanse o entréguense, la elección es suya. Dejaré que se tomen un minuto para pensarlo.

Ellos estaban escondiéndose del enemigo, ayudándose mutuamente.


Vejam cómo é diferente no caso de negação:

Ellos no se escondían ni se ayudaban mutuamente.
No lo busquen, no lo traigan aqui.
No se entreguen ni se escondan.


No resto dos casos, em geral,quando a próclise é aplicada em português, coincide com o uso da colocação pronominal em espanhol.

Isso nos ajudou
Eso nos ayudó


Que a felicidade te acompanhe!
¡Que la feclicidad te acompañe!

Alguém se lembra do nome daquele cantor?
¿Alguien se acuerda del nombre de aquel cantor?
Ninguém se zangou, não lhe deram importância
Nadie se enojó, no le dieron importancia.
Queremos que se conheça a verdade.
Queremos que se conozca la verdad.